Professora sugere campeonato de arremesso de esperma

 

Professora-Esperma

No município de Cariacica, região metropolitana da Grande Vitória, uma professora de 26 anos foi demitida após supostamente incentivar a prática da masturbação coletiva numa escola de Ensino Fundamental municipal. Pais de alunos a denunciaram para o conselho tutelar após rumores de uma competição de arremesso de esperma sugerido durante aula de educação sexual.

A professora Ana Lúcia de Almeida Ferraz teria dito durante uma aula de ciências, cujo o tema transversal era a educação sexual, que a masturbação é um exercício de autoconhecimento que meninos e meninas deveriam praticar”. Segundo a mãe de um adolescente de 13 anos que estava presente na aula a professora chegou a afirmar que “antigamente era muito comum o campeonato de arremesso de esperma”.

Os alunos ficaram curiosos sobre esta modalidade de competição e a professora passou a informar detalhes da prática na medida em que surgiam dúvidas. Uma aluna de 14 anos informou que a professora chegou a dizer para os alunos que para o esperma ‘voar’ mais longe era só apertar a cabeça do p** na hora em que fosse gozar”.

A professora que trabalhava por designação temporária teve o contrato rescindido e não quis falar com a reportagem. Limitou-se a dizer em seu perfil no Twitter que: “Os alunos adolescentes precisam saber mais sobre o que: Os platelmintos ou masturbação? Fo**-se o sistema !”

Post Relacionado

One Response

  1. Paulo

    kkk tá certo… acho que a masturbação deve ser incentivada mesmo… mas ela pegou meio pesado kkkkkkkkk

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.